16 outubro 2008

É a “Confissão Positiva” uma verdade bíblica?

WealthyMind Um dos ensinamentos que tem causado grandes males à igreja evangélica brasileira é a chamada “Confissão Positiva”. Os seus expoentes ensinam que aqueles que aceitam a Jesus estão livres de todos os seus problemas, quer sejam eles na área espiritual, física ou financeira.

“Crentes não ficam doentes, pois Cristo, na cruz do Calvário, levou sobre si as nossas dores e enfermidades”, “Crentes devem ser prósperos financeiramente, somos filhos do Rei, do dono do ouro e da prata” – dizem eles. Se algum cristão sofre em alguma dessas áreas, é porque lhe faltou fé.

O grande problema desse movimento é que em nenhuma parte da Escritura temos tais promessas de sucesso financeiro, ou de uma saúde impecável. Para fundamentar suas posições, os defensores da Confissão Positiva torcem alguns textos bíblicos e ignoram muitos outros como, por exemplo, o de Filipenses 4.12 onde o apóstolo Paulo diz que passou fome. O mesmo Paulo escreve também a Timóteo aconselhando-o a misturar um pouco de vinho à água por causa do seu estômago e das suas freqüentes enfermidades (1Tm 5.23).

Graças a Deus que na Escritura não nos faltam exemplos de homens piedosos que tiveram dificuldades em várias áreas de suas vidas. Devemos ver esses exemplos não como falta de fé da parte deles, como sugerem alguns, mas como a mão de Deus dirigindo a vida de seus servos. Foi assim com Jó. No final do seu livro temos uma afirmação surpreendente: nos diz que vieram os irmãos, as irmãs e todos que conheciam Jó “e o consolaram de todo o mal que o Senhor lhe havia enviado” (Jó 42.11).

Temos dificuldades, temos problemas, mas nada disso foge ao controle soberano do Deus eterno. Ao invés de ficar ”determinando isso”, “não aceitando aquilo”, devemos nos submeter à vontade de Deus que é boa, perfeita e agradável, ainda que muitas vezes não a entendamos.

Muitos já morreram por obedecer à “orientação” de seus líderes e ter parado de tomar seus medicamentos acreditando que já estavam curados. O ensino da Confissão Positiva, além de ser antibíblico, é também caso de polícia.

Aprendamos com a Bíblia e não nos deixemos levar por ensinamentos e práticas hereges.

4 comentários:

Anônimo disse...

Quero confessar, positivamente, que este texto fala a verdade.

Ricardo Moura

Milton Jr. disse...

Graaaaaande camarada,
Que satisfação receber sua visita. Precisamos marcar para conversar no MSN.
grande abraço.

Érica disse...

A paz do Senhor , fico feliz de saber que ha mais um apologista no nosso país lutando contra as doutrinas heréticas do século XXI! Que Deus o abençõe grandemente...
Um abraço

Milton Jr. disse...

Érica,
A Palavra do nosso Deus nos exorta a batalhar diligentemente pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos (Jd 3).
É dever da igreja denunciar os erros e abusos que são propagados em nome de Deus.
Obrigado pela sua visita. "Apareça" mais vezes.