26 outubro 2008

Não vos conformeis, mas conformai-vos

26.10.08 Posted by Milton Jr. 3 comments

oleiro2A despeito da aparente contradição do título, é isso mesmo que ordena a Palavra de Deus: não podemos nos conformar e, ao mesmo tempo, devemos nos conformar. Já vou explicar...

Na carta que escreveu à igreja de Roma, o apóstolo Paulo exortou àqueles irmãos: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm 12.2). A palavra “conformar”, usada nesse versículo, tem o sentido de “moldar-se de acordo com”. É como a massa de bolo que, ao ser colocada na assadeira, assume a forma de acordo com o molde. Paulo está exortando os crentes a não assumirem a forma do mundo, mas transformarem-se pela renovação da mente. Quando os crentes tomassem essa atitude iriam experimentar, de fato, a boa, agradável e perfeita vontade do Senhor.

O apóstolo podia cobrar esse modo de vida daqueles irmãos porque já havia explicado que eles foram escolhidos por Deus para ter outra forma. No capítulo 8.29 ele afirma: “Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes a imagem do seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos”. “Conformar” aqui tem o sentido de “ter a mesma forma que outro”, “similar”. Os crentes foram chamados a ter a mesma forma do seu Senhor. Santificação é isso, ser cada dia mais parecido com o Salvador Jesus Cristo. Ele é o modelo, por isso, quando Paulo exortou os irmãos a imitá-lo, o fez porque ele também imitava a Jesus Cristo (1Co 11.1). Aos efésios ele também ordenou: “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados.”

Infelizmente temos visto que, em vez disso, a igreja tem se conformado cada vez mais ao mundo. É comum ouvir expressões como “todo mundo faz” ou “isso é normal hoje em dia” para justificar muitos dos comportamentos mundanos dos crentes. Podemos perceber ainda mais: muitos cristãos, mesmo não seguindo o padrão secular, não vêem problema naqueles que seguem, igualando-se aos ímpios que, como afirma Paulo, mesmo “conhecendo eles a sentença de Deus, de que são passíveis de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que assim procedem” (Rm 1.32).

Devemos procurar viver a cada dia em santidade de vida. Para isso, precisamos conhecer a sã doutrina e colocá-la em prática cumprindo assim o chamado para sermos conformes a imagem do Filho. Agindo dessa maneira não seremos como aqueles que professam conhecer a Deus, mas que o negam por suas obras (cf. Tt 1.16).

O que tem moldado você? O Senhor ou o presente século?

3 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelo texto que explica muito do que ocorre hje no meio evangélico, onde no lugar da pregação fiel, temos shows envangélicos de todos os tipos com o fim de agradar o público e ver na igrejas muitas conversões, mesmo que não sejam genuínas, pois o Espírito opera mediante a pregação fiel (Rm 10.17 a fé vem pela pregação da palavra de Cristo que neste caso está sendo substituída para aprazimento humano, para não confrontar pecados, para não falar de arrependimento). Isto certamente não é aquela questão confessional da igreja mais e menos pura, que mau usada, é apostasia mesmo.
Prazer conhecer seu blog.

Ana

Milton Jr. disse...

Caríssima Ana,
Obrigado pela visita e pelo comentário. Temos vivido dias difíceis, dias em que muitos têm mercadejado a Palavra. Graças a Deus por cristãos que não têm se deixado enredar por falsos ensinos e buscam conformar-se cada dia à imagem do Filho. Continue firme.
Grande abraço.

Anônimo disse...

A palavra de Deus se renova a cada dia. Quanto mais conheço a Deus mais quero prosseguir em conhecer. Obrigada por essa explicação maravilhosa, o Senhor falou profundamente ao meu coração!


Natália Alves