02 junho 2008

Aprendendo a confiar em Deus

“Por isso vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber, nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir.” Mateus 6.25

Certa vez, o Senhor Jesus se dirigiu aos seus discípulos afirmando que eles não deveriam estar ansiosos quanto às suas vidas.

Essas palavras do Senhor, muitas vezes, são mal interpretadas. Alguns ensinam, a partir desse texto, que o homem não precisa se preocupar com nada em sua vida, retirando dele toda a responsabilidade, que sabemos, pela Escritura, que ele tem; o que chega a ser irresponsabilidade.

O contexto em que o Senhor Jesus faz essa afirmação é muito esclarecedor. No capítulo 6 Jesus ensina que Deus sabe aquilo de que temos necessidade antes de pedirmos (6.8), que ao orar devemos submeter nossa vontade ao Pai (6.10), que devemos priorizar os tesouros do céu ao invés dos da terra, pois estes são consumidos pelos ladrões, ferrugem e traça, ao passo que aqueles são eternos, e, principalmente no versículo 24, Jesus toca no ponto principal: “Ninguém pode servir a dois Senhores [...] Não podeis servir a Deus e as riquezas.”

Com esse contexto em mente, podemos perceber que a ansiedade dita por Jesus no versículo 25 é produzida por uma falta de confiança no Deus providente. Não é a toa que o versículo comece com um eloqüente “por isso”. O que Jesus quer dizer é: Vocês não podem confiar em Deus e nas riquezas ao mesmo tempo, por isso, não fiquem ansiosos, depositem toda a sua confiança no Senhor que cuida de cada um dos seus filhos melhor do que cuida das aves e dos lírios do campo (vs. 25-32).

Estar ansioso é estar dividido entre a confiança em Deus e a confiança nas riquezas ou nos nossos próprios recursos.

Se temos recursos, é porque o próprio Deus nos abençoou para que os conseguíssemos. Devemos confiar no Deus que provê e não naquilo que foi providenciado por ele.

Aprendamos a buscar em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça, confiando que as demais coisas nos serão acrescentadas (6.33).

2 comentários:

Francélio disse...

A paz do Senhor Varão!
Gostei muito do seu estudo, muito interessante e muito bem explicado, principalmente pra quem está começando o seu ministério.
Mas só teve um errinho:

No capítulo 6 Jesus ensina que Deus sabe aquilo de que temos necessidade antes de pedirmos (6.5)

Na verdade não é 6.5 mas sim 6.8

Beleza varão, fica na paz e vou orar por você para que cada dia Deus venha estar de abençoando e que a cada dia venha estar o capacitando e te ensinando mais e mais.

A paz.

Milton Jr. disse...

Caro Francélio,
Já está corrigido. Fui traído pelos dedos na hora da digitação.. rs

Muito obrigado pelo toque e pela visita.
Que Deus te abençoe.